quinta-feira, 17 de julho de 2014

Foi muito bom! Falta muito para a Rússia?



Gente, vou falar uma coisa pra vocês. A Copa do Mundo do Brasil acabou e fiquei com gostinho de quero mais. Nossa, foi tão legal. Na verdade não me desembestei a ver jogos pelo Brasil a fora entupindo o programa de milhagens de cias aéreas. Com todas as notícias pré Copa principalmente depois dos protestos de junho de 2013 acabei perdendo o tesão  

Aí veio o sorteio de grupos. Me animei um pouco e fiz aquele cadastro no site da Fifa pra participar do sorteio de ingressos para os 4 jogos de Curitiba. Ainda em recuperação da cirurgia e passagens aéreas a custo de cruzeiros na lua decidi tentar investir numa Copa do Mundo mais doméstica. Mas quando recebi e-mail da Fifa que não tinha sido sorteado fui logo pensando: fica para a próxima (como se a Rússia ficasse ali).

Aí o tempo foi passando, aquele vuco-vuco de Copa chegando. Obras e placas de Stadiun Arena, Curitiba City, Fan Fest for All etc e tal, seleções chegando, a Espanha ficaria em Curitiba, pensei: por quê não?

A duas semanas do início dos jogos acessei o site da Fifa e com aquele lance dos lotes de ingressos, selecionei Curitiba e ... tchan tchan tchan INGRESSOS DISPONÌVEIS. Meeeooooo, o coração disparou. Emoção. Quando cliquei na categoria de ingresso, quantidade, pagamento e tal e o estatutos apareceu SOLICITAÇÃO EFETIVADA COM SUCESSO, quase surtei de alegria. Fiquei tão contente que mal dormi. Iria ver Irã X Nigéria e também Argélia X Rússia. Estava contaminado pelo espírito da Copa. Agendei data e horário para retirar os ingressos no Tickets for Fan da Fifa que estava instalado num shopping e no dia seguinte estava lá. Tudo muito fácil e rápido. Com os ingressos e o manual do torcedor na mão me senti como com um troféu. Eu ia ver a Copa do Mundo.

O sistema te indica o assento, fileira e tal. Só seleciona a categoria de ingresso. Do lado, nos cantos ou atrás do gol. Não satisfeito decidi investir em mais dois ingressos. Mais umas 4 madrugadas acordado consegui para o jogo de Austrália x Espanha o qual levei meu pai junto como presente de aniversário pra ele. E a Copa começou.


Tinha uma verdadeira zona de exclusão de várias quadras ao redor do estádio onde só chegava morador ou com ingresso. Tinha um transporte específico mas não achei nem usei. Deu pra usar o transporte coletivo comum até um shopping próximo e andar algumas quadras até o estádio que é até bem central aqui em Curitiba. O clima de Copa mesmo já começava ali. É um clima tão fraterno. De confraternização que não há rivalidade nenhuma mesmo. Isso que é fascinante. Parece que a Fifa é melhor que a ONU. Eles fazem uma grande festa de paz entre povos tão diferentes. Você se sente em outra realidade. A animação é incrível. O clima de alegria é muito contagiante. As pessoas em geral, mesmo se você não sabe o que elas estão dizendo, são gentis, amáveis mesmo. Nossa é ... só estando lá! O acesso foi tranquilo também. Voluntários organizando tudo. Padrão Fifa aí ... muito bom. Acessando o estádio realmente percebi alguma falta no que se refere a acabamento. Muita coisa no cimentão mas nada que prejudicasse o funcionamento das coisas. E ao acessara área das arquibancadas veio o momento Oh. Ooooooooooohhhhhh ... QUE LINDO!!! De reformado, o estádio foi praticamente reconstruído. Não gostei do espaço entre uma fila e outra. Estreita demais. Troquei de lugar para um pai sentar ao lado da filha. Perto de nós muitos torcedores iranianos. Muito animados, cantando, com gritos de incentivo. Gente bonita pra todos os lados. Muito vazio meio hora antes de começar. Estava lotado 5 minutos antes do início da partida. Saudações nos alto-falantes  e a música da Fifa ecoa. Entram as seleções para o hino. Emocionado, sinto que minha Copa começou.

A água é seis reais. Mas você ganha o copo do jogo que virou mania de colecionador. Consegui dos 4 jogos de Curitiba, mesmo indo em 3.


video

O jogo da Austrália contra Espanha fui com meu pai que ficou super contente. Apesar de ambas já eliminadas, os australianos estavam bem animados com seus cangurus. Não curti as vaias á Espanha. Teve até briga mas nada grave. Neste jogo fui mais paramentado a lá Espanha. Venceu. O gol é o orgasmo do povo. Não importa quem marcasse, a galera queria ver a rede balançar. Claro que os australianos não pensavam assim. Mas como faz parte da festa, mesmo com a derrota estavam felizes. Estavam todos felizes no Brasil. Perguntei a um australiano e ele disse ter tido uma experiência muito bacana no país. No mesmo dia mais tarde fui com amigos num bar pra ver Brasil e Camarões. Australianos e espanhóis se misturando a brasileiros e cada um se comunicando do jeito que podia. Tive a impressão que todo mundo fala inglês fora do Brasil. Mesmo iranianos, argelinos e até alguns russos. Percebi que estamos muito atrasados no Brasil nesse aspecto.


Pro último jogo vesti a camisa da Rússia, pintei a cara de Argélia (com ajuda de minha mãe e de um legítimo argelino pintor de estrelas no rosto) e vesti um chapéu de Brasil. Embaixador da ONU. rsrs. E fiz sucesso com muitas fotos. Teve argelino que tirou foto comigo e me deu um cachecol. Adorei. No estádio, o hino russo emocionou. Fui kossaco na outra vida. Com empate de 1 a 1 a Argélia passou pela primeira vez as oitavas de final. E a festa ganhou as ruas de Curitiba. Um outro argelino quis trocar meu chapéu e ganhei uma bandeira enorme da Argélia. Virei argelino gritando "one, two, three, vive Algerie". E ainda ajudei um francês a se localizar. Fiquei muito feliz de participar daquilo tudo. Daquele espírito de que realmente você é cidadão do mundo.

A Copa do Mundo é uma grande festa dos povos. Acho que por isso a FIFA tem mais membros que a ONU. É o espírito de união face to face mesmo que não se fale a mesma língua. Ajudar e confraternizar com alegria. Consegui tentar animar um russo que daqui a 4 anos podem tentar de novo. Acho que ele disse pra eu ir ver.


Tentei me animar a curtir um pouco mais. Quem sabe uma semi-final em São Paulo. Mas uma punção lombar me tirou da Copa, assim como o Neymar, no mesmo dia do jogo com a Colombia. Curti na TV a chamada do "oooooeaaaaaaahhhhhh" dos outros jogos até a final e acho que fiquei com crise de abstinência. Será que é por isso que tem tanta gente que se programa e já foi a várias Copas? Acho que vou aceitar o convite do meu amigo russo.




4 comentários:

  1. Renato, seu relato é mesmo entusiasmante! Eu fiquei morrendo de inveja quando vi aquela foto que publicou com todos os ingressos e memorabilia dos jogos! Aqui em são paulo o lance de comprar ingressos no site da fifa foi caótico, tentamos várias vezes, varias madrugadas, e nada! E como sou muito pouco fã de futebol não me animei a ir assistir em outros estados, etc... me arrependi, meu irmão foi em BH, Fortaleza, Brasilia e Salvador e curtiu muito... se vc for para a Russia me chama!
    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Futebol é praticamente um pretexto para a grande festa que é na verdade. É sensacional, amigo. Tem uma página no FB da uma turma se organizando pra Rússia. Mandei convite. Hahahaha...

      Excluir
  2. maneiro, renato! que bom que também curtiu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal né Fiquei com gostinho de quero mais. E vc?

      Excluir